O que é o aditamento do FIES?

O termo aditamento já é velho conhecido de quem já utiliza o FIES. Se você não sabe o que é aditamento do FIES, nesse artigo explicamos tudo o que você precisa para não perder o prazo.

Apesar de simples, o aditamento do FIES é extremamente importante para você continuar com seu financiamento do FIES!

O termo aditamento se refere ao período de renovação dos contratos de financiamento do Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) que é realizado duas vezes por ano.

A fim de manter o benefício em ordem, o estudante que tem FIES precisa renovar seu financiamento semestralmente durante o período estabelecido.

O processo é conduzido pela Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) de cada instituição e acontece, geralmente, no período de matrículas. Porém, sempre esteja atento ao prazo para realizar o seu aditamento.

O objetivo do aditamento do FIES é confirmar ao Ministério da Educação (MEC) que o aluno continua em situação regular na instituição de ensino para a qual solicitou o financiamento. Ele também serve para confirmar, corrigir ou alterar dados do contrato.

Dessa forma, o estudante só conseguirá renovar seu financiamento pelo FIES se estiver em dia com suas obrigações estudantis e financeiras. Ou seja: não ter nenhuma dívida na faculdade nem nas parcelas trimestrais do FIES. Caso contrário, precisará quitá-las antes de prosseguir com o aditamento.

Como fazer o aditamento do FIES?

O aditamento do FIES é realizado pela internet, por meio do Sistema Informatizado do Fies (SisFIES), plataforma que armazena todos os dados dos estudantes beneficiados pelo programa.

Durante o prazo, o estudante terá que acessar a plataforma e verificar se as informações estão corretas. Caso esteja tudo em ordem, é só fazer a confirmação eletrônica dos dados e comparecer à CPSA – Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) da faculdade onde estuda para retirar uma via do Documento de Regularidade de Matrícula (DRM).

Este documento deverá vir assinado pelo presidente ou vice-presidente da Comissão e confirma que o aluno continua estudando na faculdade para a qual pediu o financiamento.

Quando não há alteração no contrato do financiamento, o processo é chamado aditamento simplificado.

Caso tenha algum dado incorreto, ou seja, necessário alterar o fiador do financiamento, o procedimento é um pouco diferente. Veja a seguir.

Como proceder caso tenha alguma alteração de dados no aditamento do FIES

Quando alguma informação está errada ou precisa ser alterada, o processo é denominado aditamento não-simplificado.

Ao entrar no portal SisFIES e perceber alguma informação errada no aditamento, o beneficiário deve rejeitar a solicitação e entrar em contato com a CPSA da faculdade onde estuda e comunicar o ocorrido e fazer as correções.

Depois dos dados corrigidos, ao receber o DRM, o estudante deve procurar a agência bancária onde assinou o contrato e apresentar a documentação. Caso seja necessário alterar o fiador, este deverá ir junto à agencia bancária.

Tags: aditamento fies, fies, financiamento estudantil

Adicionar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *